×

Este website utiliza cookies. Ao utilizar este website, você está aceitando nossa Política de Privacidade.

Anti-Asialo 986-10001


Anti-Asialo 986-10001

Anti-soro (de coelho) contra Asialo GM1

Foi demonstrado que o soro contra Asialo GM1 elimina a atividade dos linfócitos citolíticos naturais (NK) em células de diversas cepas de camundongos e ratos.

 


Reference:
986-10001

 

 

 


DADOS

Especificidades

Reage com linfócitos NK de camundongos e ratos. Demonstra leve reatividade cruzada (aproximadamente 4%) com monócitos de camundongo (células hepáticas que não contêm linfócitos NK; medula óssea, células hepáticas fetais, células do baço de camundongos pelados), macrófagos e timócitos fetais (de 12 dias de vida; a proporção de existência diminuiu gradualmente até zero em camundongos recém-nascidos).

Preparação

Os coelhos foram imunizados com asialo GM1, purificado de tecido cerebral bovino e albumina sérica bovina metilada, juntamente com adjuvante completo de Freund. A fração de gamaglobulina do soro foi obtida com o uso de métodos de precipitação com sulfato de amônio a 50%, seguidos de diálise com solução salina com tampão de fosfato (pH 7,2).

 

 

Anti-asialoAs células esplênicas de camundongos BALB/c* foram tratadas com anti-asialo GM1 e complemento de cobaia. A atividade dos linfócitos NK restantes foi avaliada in vitro utilizando células YAC-1 como alvo (representado por *---* mo gráfico anterior). A relação efetor :alvo foi de 50:1. O "0" representa a atividade dos linfócitos NK das células esplênicas nu/nu, tratadas com complemento.

 

Anti-asialo GMI Vivo

 

Anti-asialo GMI Vivo

*Observação: Foi observado um intervalo de 18 horas antes do procedimento seguintes após a injeção de 100 µg de sal sódico de ácido poliinosínico-policitidílico (0,2 mL de 500 µg/mL Poli I:C) em camundongos BALB/c.