Reagentes para cultivos de células-tronco

29th October 2015

Reagentes para cultivos de células-troncoA prática de realizar cultivos celulares começou nos finais do século XIX, embora não tenha sido iniciada até os meados do século XX, quando os pesquisadores entenderam que uma maneira de compreender o que acontecia nos organismos vivos era fazer um cultivo do tecido in vitro e essa técnica começou a ser propagada. Este procedimento é usado para entender os processos vitais, para o ensaio de medicamentos, para a pesquisa com células-tronco, entre outras aplicações. A empresa Wako conta com uma grande diversidade de reagentes úteis para cultivos de células-tronco. Alguns destes produtos são específicos para um tipo de células-tronco como podem ser as células-troco embrionárias conhecidas como ES ou as células-troco com pluripotencialidade induzida, ou células iPS, outros produtos podem ser utilizados para cultivos celulares de qualquer tipo de células-tronco.

A série StemSure da Wako inclui produtos cuja qualidade foi confirmada mediante o cultivo de células-tronco de rato, entre eles podemos destacar o meio hPSC (hPSC Medium Δ), que é um meio de cultivo celular livre de soro sanguíneo para o cultivo de células pluripotentes humanas; o StemSure D-MEM que é um meio de cultivo específico para células-tronco embrionárias de rato; o mercaptoetanol da série StemSure (2ME) que age como agente redutor apto para o uso em meios de cultivo específico para células-tronco e que pode ser utilizado em conjunto com o monotioglicerol desta mesma série; e outras soluções que estão disponíveis para a preservação dos meios de cultivo.

O rBC2LCN é um marcador de lectina que pode ser usado em células humanas com pluripotencialidade induzida e em células-tronco embrionárias. Uma das principais aplicações deste marcador é a detecção de células não diferenciadas de cultivos de células iPS humanas. Unindo este marcador a uma exotoxina procedente da Pseudomonas aeruginosa, foi desenvolvido um reagente para eliminar as células não diferenciadas de um cultivo, o rBC2LCN-PE23, mediante a inibição da síntese de proteínas destas células.

Para o desenvolvimento dos cultivos das células-tronco são necessários os meios líquidos, que se podem adquirir prontos para seu uso como são o D-MEM, el E-MEM y el RPMI-1640. Além disso, para agregar aos meios líquidos a Wako Chemicals USA, Inc. comercializa suplementos em soluções que se agregam diretamente ao meio:

  • Solução de L-alanil-L-glutamina (×100)
  • Solução de albumina obtida de soro bovino a 30% w/v, livre de ácidos graxos
  • Solução de D(+)-glucose a 45% w/v
  • Solução de insulina humana recombinante
  • Suplemento ITS-G (×100)
  • Suplemento ITS-A (×100)
  • Solução de aminoácidos essenciais MEM (×50)
  • Solução de aminoácidos não essenciais MEM (×100)
  • Solução de vitaminas MEM

Para o cultivo de células-tronco de insetos especificamente há o meio líquido disponibilizado pela Wako PSFM-J1, que se pode usar no cultivo de células Sf9 y H5, oferecendo ao cultivo um desenvolvimento com melhores características obtidas, usando um meio de cultivo comum. Estes produtos fazem com que as células cresçam com maior rapidez e possam ser utilizadas para experimentos que requeiram a síntese de proteínas, pois foi comprovado que as linhas celulares de insetos são mais adequadas para este fim do que as de mamíferos.

Nos catálogos de Wako também podemos encontrar soluções antibióticas e antimicóticas para cultivos de células-tronco, como por exemplo, solução de gentamicina, de canamicina e de penicilina e estreptomicina; assim como fatores de crescimento celular da Wako, encontramos alguns procedentes de animais, mas também de plantas, um exemplo disto é a latrasferrina que pode ser adquirida procedente do soro humano ou transferrina humana recombinante expressada em plantas. Outros fatores de crescimento disponíveis são a albumina, a lactoferrina e a insulina.

Existem reagentes que são usados para promover ou evitar a diferenciação das células-tronco com pluripotencialidade induzida, alguns destes compostos são:

  • Reagentes químicos que são usados para promover ou evitar a diferenciação das células-tronco com 5-amino-4-imidazolcarboxamida-1-β-D-ribofuranósido (AICAR) que é um reagente com o qual se consegue tanto suprimir a diferenciação de células iPS, como induzir-la no caso de células neurais. O AICAR é um composto que age como ativador das proteínas quinases ativadoras de AMP que pode regular os processos tão diversos como o metabolismo de lipídeos, a resposta pró-inflamatória ou a apoptose, e descobrir se em cultivos de células-tronco neurais é capaz de induzir o processo de diferenciação.
  • DAPT (t-butil éster de N-[N-(3,5-difluorofenilacetil)-L-alanil]-S-fenilglicina) que é um inibidor da γ-secretase induz a diferenciação de células-tronco neurais progenitoras. O tratamento de um cultivo de células progenitoras com DAPT provoca as mudanças cinéticas necessárias para a diferenciação neural, levando as células a uma diferenciação massiva e sincronizada.
  • Indolactam V é um potente ativador com a proteína quinase C e se comprovou que age sobre vários processos relacionados com a diferenciação celular, por exemplo, induzindo a diferenciação de células-tronco intestinais em células pancreáticas.

Os produtos descritos neste artigo são alguns dos que a Wako oferece para pesquisas com células-tronco, mas se recomenda consultar o catálogo, pois existe uma grande variedade de reagentes, que sem dúvida cobrem as necessidades dos pesquisadores.

Bibliografia:

1) Onuma Y, Tateno H, Hirabayashi J, Ito Y, Asashima M., Biochem Biophys Res Commun., 431 (3), 524‐529, 2013.

2) Moriya, K., et al., Arch Insect Biochem Physiol., 69(1), 22-31, 2008.

3) Spasić MR, Callaerts P, Norga KK, Neuroscientist, 15(4), 309-16, 2009.

4) Peng Y, Zhang Y, Huang B, Luo Y, Zhang M, Li K, Li W, Wen W, Tang S., Curr Stem Cell Res Ther., 9(2), 124-33, 2014.

KITS PARA PESQUISAS COM CÉLULAS-TRONCO

Inibidores de histona deacetilase - Ativador de SIRT1

BAMBANKER™

Anti-soro (de coelho) contra Asialo GM1

Inibidores de histona deacetilase - Ativador de SIRT1 BAMBANKER™ Anti-soro (de coelho) contra Asialo GM1

Lisa.jpg
Por: Lisa Komski Em: Produtos Wako