x

Este website utiliza cookies. Ao utilizar este website, você está aceitando nossa Política de Privacidade.

Os reagentes LabAssay™ para a pesquisa de diabetes

29th November 2017

Os reagentes LabAssay™ para a pesquisa de diabetesA glicose, é um dos três monossacarídeos dietéticos, junto com a frutose e galactose, que são absorvidos diretamente no sangue durante a digestão. É a nossa fonte preliminar de energia e é um intermediário metabólico. Os níveis de glicose no sangue (glicemia) são regulados pela ação de dois hormônios fundamentais: a insulina (hipoglicemiante) e o glucagon (hiperglicemiante). Quando a homeostase da glicose é quebrada pela disfunção de qualquer elemento que a mantém, surgem as síndromes hiper ou hipoglicêmicas. A Diabetes Mellitus (DM) é a causa mais frequente e grave de hiperglicemia. É uma metabolopatia crônica, que aparece como consequência de uma deficiência absoluta ou relativa de insulina e que dá origem a uma série de complicações a longo prazo, disfunção e falência de diferentes órgãos, causando grande morbidade e mortalidade.

A empresa Wako Chemicals, distribuidora de reagentes para pesquisa, possui vários reagentes para seu uso em laboratórios dedicados ao estudo da DM. Entre eles, podemos destacar os kits LabAssay™ para a determinação colorimétrica de importantes indicadores, como a glicose, creatinina e triglicerídeos.

LabAssay™ Glicose - Método Mutarotasa-GOD

Os principais métodos para a determinação de glicose são aqueles baseados no poder redutor dos hidratos de carbono (reação de Benedict, etc.) e os métodos enzimáticos.

LabAssay™ Glicose, de Wako, é um kit de reagentes para analisar a glicose baseado no método enzimático em combinação com mutarotasa e glicose oxidase (GOD). A mutarotasa permite a rápida conversão de alfa-D-glicose em beta-D-glicose. Então, a beta-D-glicose é oxidada por GOD, produzindo peróxido de hidrogênio que, na presença de peroxidase, se oxida a um reagente cujo produto absorve no visível. Este kit é utilizado para a determinação quantitativa de glicose no soro, plasma e urina de camundongo. É possível fazer análises múltiplas usando uma microplaca ou em um tubo de ensaio.

LabAssay™ de Creatinina (Método Jaffé)

A creatinina é um composto orgânico gerado a partir da degradação da creatina durante o metabolismo normal dos músculos. É um produto residual que geralmente é produzido a uma taxa constante e é excretado na urina. Portanto, é um excelente indicador da função renal. Por meio de um teste muito simples é possível medir os níveis de creatinina no sangue e é observado apenas um aumento destes níveis quando existe um dano muito acentuado nos néfrons. No entanto, não é adequado para detectar os estágios iniciais da doença renal.

Existem dois métodos pelos quais a concentração de creatinina pode ser determinada: o colorimétrico e o enzimático. O primeiro é baseado na reação de Jaffe e consiste na reação da creatinina com o ácido pícrico em meio alcalino. O produto desta reação é um cromógeno vermelho formado a um comprimento de onda de 510-520 nm. Este método, embora muito simples, apresenta baixa especificidade já que a creatinina não é a única a reagir. É por esta razão que, na atualidade, tende-se a usar o método enzimático por ser mais específico, e seus resultados altamente comparáveis a um método de referência.

O kit LabAssay™ Creatinina de Wako, é baseado no método colorimétrico in vitro de Jaffé para a determinação quantitativa da creatinina na urina ou soro de camundongo. As medições podem ser feitas indistintamente em uma microplaca ou em um tubo de ensaio. Ele também contém um agente desproteinizante para evitar interferências por proteínas.

LabAssay™ Triglicerídeos (método GPO-DAOS)

Os triglicerídeos são um glicerol pertencente à família dos lipídeos. A sua síntese é mais ativa e de maior relevância metabólica no fígado, particularmente nas células parenquimatosas e no tecido adiposo. O tecido adiposo é projetado para a síntese, acumulação e hidrólise de triglicerídeos, sendo o principal mecanismo de armazenamento de energia a longo prazo. Por outro lado, a síntese de triglicerídeos no fígado é usada principalmente para a produção de lipoproteínas.

Os métodos para a determinação de triglicerídeos baseiam-se na quantificação do seu conteúdo em glicerol. São dois os métodos: químico e enzimático. Os químicos são baseados na extração após a hidrólise do glicerol e posterior oxidação formaldeído, que é medida pela reação colorimétrica.

 O kit de Wako, LabAssay™ Triglicerídeos, é baseado em um método enzimático colorimétrico com N-etil-N-(2-hidroxi-3-sulfopropil)-3,5-dimetoxianilina sal sódica (DAOS) como pigmento azul. Este kit é usado para a determinação quantitativa de triglicerídeos no soro humano e de camundongo. É projetado para múltiplas amostras simultâneas usando uma microplaca, mas as medições também podem ser feitas em tubos de ensaio.

Wako Chemicals também possui uma série de kits ELISA que foram desenvolvidos com o objetivo de simplificar o trabalho no laboratório, o desenho do experimento já está revisto e predeterminado, o que reduz o tempo e optimiza os procedimentos.

Bibliografia:

1) Miwa, I., Okuda, J., Maeua, K., & Okuda, G. (1972). Mutarotase effect on colorimetric determination of blood glucose with β-D-glucose oxidase. Clinica Chimica Acta, 37, 538-540.

2) Perazzi, B., & Angerosa, M. (2011). Creatinina en sangre: calidad analítica e influencia en la estimación del Índice de Filtrado Glomerular. Acta bioquímica clínica latinoamericana, 45(2), 265-272.

3) Portillo, J. D., del Barrio, M. T., & Salido, F. P. (1997). Aspectos básicos de bioquímica clínica. Edição Diaz de Santos.

4) Spayd, R. W., Dappen, G. M., Eikenberry, J. N., Esders, T. W., & Rand, R. N. (1978). Multilayer film elements for clinical analysis: applications to representative chemical determinations. Clinical Chemistry, 24(8), 1343-1350.

OUTROS REAGENTES PARA PESQUISAS:

    Série de padrões de frutooligossacarídeos Astaxantina Anticorpo monoclonal Anti-DYKDDDDK
    Série de padrões de frutooligossacarídeos Astaxantina
    Anticorpo monoclonal Anti-DYKDDDDK

Por: Adriana Clegg Em: Produtos Wako